SECOVI - SP


Flavio Amary foi reeleito presidente do Secovi-SP


//Chapa candidata foi referendada por 96,47% dos votos válidos
//Em eleições realizadas no dia 7 de novembro, os associados do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) reconduziram Flavio Amary para mais uma gestão na presidência da entidade (biênio 2018-2020). A chapa candidata foi referendada por 96,47% dos votos válidos, reafirmando sua legitimidade para continuar atuando em prol do fortalecimento das atividades imobiliárias.
“A manifestação de nossos associados nos encoraja, anima e renova a energia para trabalhar em defesa do mercado imobiliário, cuja dinâmica é decisiva para o desenvolvimento econômico e social do País”, considera Amary. Para ele, a composição da próxima diretoria concilia experiência e inovação.
“Aliamos a necessidade de dar sequência a diversas questões que dependem de solução ou aprimoramentos com a necessária oxigenação de ideias, trazidas por novas lideranças. Isso amplia a nossa capacidade de encontrar meios criativos de resolver problemas e de consolidar nosso protagonismo à frente de uma indústria imobiliária mais vigorosa e geradora de riquezas”, afirma.
Mercado imobiliário em recuperação – A Pesquisa do Mercado Imobiliário do Secovi-SP registrou, em setembro, a comercialização de 1.819 unidades residenciais novas na cidade de São Paulo. Esse resultado é 5,9% superior quando comparado às 1.717 unidades comercializadas no mesmo mês de 2016, mas 2,5% menor em relação às 1.865 unidades vendidas em agosto.
No acumulado de janeiro a setembro, foram comercializadas 12.810 unidades, um aumento de 18,4% em comparação ao mesmo período de 2016, quando as vendas totalizaram 10.817 unidades. No mês, foram lançadas 2.252 unidades residenciais novas na capital paulista, de acordo com dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio). O total foi 42,6% superior aos lançamentos de agosto (1.579 unidades) e 4,0% acima do resultado de setembro de 2016 (2.165 unidades).
O acumulado de janeiro a setembro foi de 11.467 unidades residenciais lançadas na capital paulista, 10,1% acima do resultado de igual período de 2016 (10.416 unidades). Os dados mostram que o mercado voltou a oferecer produtos com variadas opções de preços e tipologias para atender públicos diversos.
Nesse sentido, apresentaram bom desempenho as unidades de 3 e 4 dormitórios, produtos com boa aderência. O mês setembro encerra o terceiro trimestre do ano com alta em todos os indicadores da pesquisa, demonstrando que o setor tem respondido positivamente ao comportamento da macroeconomia.
O quarto trimestre costuma ser o melhor do ano e, mesmo diante da incidência de feriados prolongados nos meses de outubro e novembro, a expectativa é de manutenção do ritmo de crescimento, permitindo encerrar 2017 com alta de 10%, tanto nos lançamentos como nas vendas, e de acordo com a previsão do início do ano.
Para o presidente do Secovi-SP, Flavio Amary, o ambiente está propício aos investimentos, com inflação controlada, Selic em um dígito e índices de confiança em alta, dentre outros aspectos favoráveis. “Ainda assim, temos de atacar o alto nível de desemprego, que atinge cerca de 13 milhões pessoas”, afirma, acrescentando que medidas de estímulo à indústria imobiliária são fundamentais para absorver boa parte desse contingente de mão de obra.